Palmeiras × na web de torcedores da Palmeiras.
Palmeiras
A rede social de torcedores do
Palmeiras

Rival do palmeiras,barcelona-equ tem artilheiro local e foi pedreira para o bota

Avalie o tópico!
Total

 

0 votos

Treinado pelo uruguaio Guillermo Almada, time equatoriano joga no nível do mar, mas deu trabalho na fase de grupos para o clube carioca, do qual tirou quatro pontos, três deles no Rio de Janeiro


O Palmeiras escapou de um duelo nacional e também da altitude, mas terá pela frente nas oitavas de final da Libertadores um adversário que deu trabalho ao Botafogo na fase de grupos: o Barcelona, do Equador. Soma-se a isso outro fator de preocupação: a longa e cansativa viagem até Guayaquil.


– Tivemos informações de que a equipe deles atravessa um bom momento, tem um excelente campo, um estádio muito bom – disse Genaro Marino, vice-presidente e representante do Palmeiras no sorteio realizado na sede da Conmebol, na última quarta-feira.

 

De fato, a equipe do uruguaio Guillermo Almada, que só não avançou na primeira posição de sua chave na Libertadores pelo saldo de gols, vem de goleada na liga local, na qual conta com o artilheiro, Jonathan Álvez. Pode encostar nos líderes se vencer os dois jogos que têm a menos.


Esquema tático


Equipe Guayaquil tem um camisa 10 clássico, dois pontas e um goleador (Foto: GloboEsporte.com)

Equipe Guayaquil tem um camisa 10 clássico, dois pontas e um goleador (Foto: GloboEsporte.com)


Treinador bem avaliado

O uruguaio Guillermo Almada comanda a equipe de Guayaquil há dois anos, desde junho de 2015. Depois de um início irregular nos seis primeiros meses, foi mantido no banco para o ano seguinte, quando os resultados começaram a aparecer. Em 2016, venceu os dois turnos do Equatoriano, conquistou o título e acabou com a sequência de três troféus do rival Emelec.


Páreo duro para o Botafogo

A equipe equatoriana disputou até a última rodada de grupos a primeira posição de sua chave no torneio. Terminou com os mesmos 10 pontos do Botafogo – contra o qual somou quatro pontos, sendo três deles conquistados no Rio de Janeiro –, mas atrás pelo saldo de gols. Passou com a quarta melhor campanha entre os segundos colocados.


Em seu país, onde foi o campeão no ano passado, ocupa atualmente o quarto lugar entre 12 clubes, mas tem duas partidas a menos do que os líderes. No último final de semana, venceu o lanterna Clan Juvenil por 4 a 1, em casa, com três gols de Jonathan Álvez. O atacante uruguaio já balançou a rede dez vezes e é o artilheiro da competição.


Baixa brasileira?

É um time competitivo e muito forte fisicamente, que tem por costume tentar jogar de igual para igual em qualquer campo, mas não conta neste momento com o brasileiro Gabriel Marques. O volante, muito querido pelos torcedores, recupera-se de lesão e deve levar pelo menos mais 15 dias para ficar à disposição. Talvez muito em cima do encontro com o Palmeiras, portanto, já que o jogo de ida das oitavas de final será na primeira semana de julho.


Estádio grande


Torcida do Barcelona de Guayaquil costuma comparecer em bom número (Foto: Divulgação)

Torcida do Barcelona de Guayaquil costuma comparecer em bom número (Foto: Divulgação)


O Barcelona manda seus jogos no Monumental Isidro Romero Carbo, que tem capacidade para 57 mil pessoas. Diferentemente do que ocorre no futebol paulista, são permitidos instrumentos musicais, e a torcida costuma fazer barulho. O desempenho em campo, porém, não é dos melhores na Libertadores: uma vitória, um empate e uma derrota.


Logística complicada


A distância aérea é de 4.302 km, e não há voos diretos para Guayaquil saindo de Guarulhos. É necessário ao menos uma parada, o que torna a viagem longa e cansativa. Essa, a propósito, é a principal preocupação da diretoria do Palmeiras, que espera contar com dicas do Botafogo.


http://globoesporte.globo.com

São Paulo - 15/06/2017

Sua comunidade,
no seu celular

Resposta rápida

Deseja participar desta seção?

- Se você já está registrado, entre.

Se ainda não está registrado em paixaopalmeirense.com.br: